Privatizar as refinarias da Petrobras geraria mais competitividade? Não é bem assim!

Privatizar as refinarias da Petrobras

O Governo Federal quer privatizar as refinarias da Petrobras, e tenta convencer a população de que é algo bom.

Cuidado para não cair no conto do açúcar refinado!

“Conto do açúcar refinado?”, você vai se perguntar.

Sim.

Olha só, essa é uma história tipicamente brasileira, de um período relativamente recente e que se repete em países que priorizam o seguinte ciclo comercial:

:: Ciclo Comercial => ser um exportador primário.

:: O que isso significa? => significa dizer que o atual Governo Federal repete um ciclo histórico que consiste em transformar o país em um exportador primário; ou seja, enviar matéria prima para fora e comprar derivados dessa mesma matéria prima, só que refinados.

:: Cana de Açúcar => foi exatamente esse ciclo que custou o emprego de milhares de trabalhadores do setor da cana de açúcar, fechando a maioria das usinas e deixando o mercado refém da política internacional e das gigantes do setor.

:: Na prática => o Brasil manda cana de açúcar para fora do país e depois comprar o açúcar refinado, mesmo tendo capacidade produtiva, tecnológica e podendo gerar emprego.

 

Entendeu?

É exatamente isso que está em jogo ao privatizar as refinarias da Petrobras. A situação é parecida. O Governo Federal quer vender refinarias prontas, com alta capacidade técnica e tecnológica. Mesmo dominando um dos maiores mercados do mundo.

Não dá nem para culpar os gringos, afinal, quem não quer comprar refinarias que abastecem regiões estratégicas em um país de extensões continentais? O melhor de tudo: “a preço de banana”?

 

Refino no Brasil

Não existe monopólio de refino no Brasil desde os anos 90. Ou seja, qualquer empresa pode montar uma refinaria e abrir concorrência no mercado nacional.

Apesar disso, o que estão tentando fazer, pelo menos na narrativa, é criar competitividade; algo que supostamente irá reduzir os preços dos combustíveis.

É o que eles dizem, mas é mentira.

Esse argumento de competitividade é falso. No Brasil, as refinarias têm capacidade de abastecer regiões específicas. É um mercado regionalizado; o que não é exclusivo do Brasil.

A maioria dos países do mundo que têm parques de refino, possuem uma ou duas refinarias que dominam o mercado. É assim que funciona, o Governo Federal não muda isso.

E caso essas refinarias da Petrobras sejam privatizadas, não haverá competitividade, apenas transferência de mercado.

Se hoje uma empresa pública domina esse abastecimento e reverte boa parte do seu lucro para o Brasil; se privatizar, essa demanda será transferida para um monopólio privado.

Ou seja, o capital exclusivamente privado não tem compromisso com o Brasil ou com a sociedade, apenas com o lucro aos acionistas.

 

Privatizar as refinarias da Petrobras trará competitividade?

Tenha certeza => uma refinaria do Amazonas não vai competir com uma de São Paulo. Cada uma abastece sua região.

O mercado de abastecimento no Norte já é o suficiente para uma empresa que opera naquela região. É lá que ela vai definir o preço que irá impor. Ela não tem capacidade para competir com outra refinaria no Sudeste.

O mais engraçado, para não dizer trágico, é saber que muitas estatais estrangeiras virão operar aqui, como é o caso de estatais da Noruega e da China.

É o Brasil exportando emprego e renda, ou tentando repassar nossa estatal para estatais de outros países.

Isso faz sentido?

 

ATENÇÃO!

O Governo Federal já reduziu de 95% para 60% a capacidade de refino no Brasil.

Ou seja:

:: Milhares de empregos diretos, indiretos e no entorno dos centros de operação da Petrobras, estão em risco;

:: Das 17 refinarias, 13 são da Petrobras e respondem por 98,2% da capacidade total do país; dessas, oito foram colocadas à venda por cerca de US$ 10 bilhões. Esse valor a Petrobras obtém de lucro em um curto prazo. No médio e no longo prazos a privatização só causaria prejuízo.

:: Por fim, sem refinarias estatais = combustível mais caro.

Com a privatização os preços dos combustíveis estarão sujeitos aos valores vindos das petrolíferas que não produzem no Brasil e irão cobrar em dólar.

O recado está dado. Fique esperto.

 

Compartilhe nossa campanha no Facebook

Siga-nos no Instagram

Passado, Presente e Futuro: A Petrobras é tudo isso e muito mais

Foco do governo no curto prazo coloca a Petrobras em risco (e o Brasil também)
Foco do governo no curto prazo coloca a Petrobras em risco (e o Brasil também)
Qualquer cidadão brasileiro que acompanha um pouco a agenda econômica do Governo Federal percebe facilmente no discurso do Ministro da Economia, Paulo Guedes, que há uma intenção clara de se...
“Passando a boiada”: venda da Petrobras Biocombustível (PBIO) na pandemia é estratégia para não chamar a atenção
“Passando a boiada”: venda da Petrobras Biocombustível (PBIO) na pandemia é estratégia para não chamar a atenção
Em maio de 2020, o Supremo Tribunal Federal (STF) liberou a gravação de uma reunião entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, e seus ministros, ocorrida em abril de 2020....
O Brasil precisa da Petrobras. Os brasileiros precisam das estatais
O Brasil precisa da Petrobras. Os brasileiros precisam das estatais
A desigualdade social é uma herança histórica do Brasil. Em países subdesenvolvidos como o nosso, o capitalismo de consumo atua com mais intensidade e dificulta, inclusive, a execução de programas...